Estilo Louva-a-Deus

O Estilo Louva-a-Deus

O estilo Táng Láng (螳螂拳) é um dos métodos de Kung Fu mais populares por ser forte, rápido, diversificado e eficaz. Em uma combinação de velocidade e força com graça e beleza, mistura técnicas de chutes e rasteiras, técnicas de braços, e uma variedade de torções e rasteiras.

Incluem-se ainda técnicas com armas chinesas tradicionais, como o Bastão, Espadas, Lança, Nunchaku de 2 e 3 segmentos, Orelha de Tigre, Kwan Dao, etc.

Bruce Lee (李小龙) demonstrando o estilo Louva-a-Deus em Palos Verdes, California (1966)

História do Estilo

A história do estilo Táng Láng (螳螂拳) é tão antiga, que muitas versões sugiram acerca de como o estilo foi desenvolvido pelo Mestre Wáng Lǎng (王朗祖師).

Uma das lendas mais famosas diz que o estilo surgiu quando Mestre Wáng presenciou uma luta de vida ou morte entre uma robusta cigarra e um quase inofensivo e quebradiço louva-a-deus.

Com movimentos rápidos e precisos o louva-a-deus ganhou a luta, devorando assim sua presa. Impressionado, Wáng Lǎng capturou o inseto e passou a observar seus movimentos, atacando-o com um graveto.

Wáng percebeu que o louva-a-deus era capaz de se defender e atacar em todas as direções, e começou então a adaptar seus movimentos para desenvolver um novo sistema de luta tão eficaz que o tornou lendário na história do Kung Fu.

O venerável Mestre Wáng Lǎng morreu anos mais tarde, feliz e famoso mestre de luta. Sua escola de autodefesa do Louva-a-Deus se tornou extremamente proeminente no Nordeste da China, considerada por alguns como sendo a maior durante seu tempo de vida.

Sua cuidadosa herança do estilo se dividiu na Dinastia Qing (清朝) quando quatro discípulos, cada um desejando inovações, procuraram se desligar da escola fundadora. O Mestre Louva-a-Deus disse então que seus desejos poderiam ser satisfeitos com uma condição: que cada discípulo nomeasse seu sistema individualmente, de acordo com as marcas das costas de um louva-a-deus capturado por cada um.

Cada discípulo capturou então um louva-a-deus. Um tinha a aparência do símbolo Yin-Yang (Tài Jí – 太極), outro parecia com uma Flor de Ameixa (Méi Huā – 梅花) e no outro, um conjunto de marcas que tinham a aparência de Sete Estrelas (Qī Xīng – 七星). Houve um louva-a-deus que não tinha nenhuma marca aparente, e este estilo ficou conhecido como estilo sem marca, ou Superfície Brilhante (Guāng Bǎn – 光板).

Árvore Genealógica

Conheça a história do Nosso Mestre

wang-lang sheng-xiao shifu-erich